As 100 regras de Ouro do Gerenciamento de Projetos desenvolvidas por um engenheiro da NASA



JERRY MADDEN, um diretor associado de Projetos do Centro de Voos Espaciais Godart da NASA, colheu estes ensinamentos através das suas experiências e também das mais diversas fontes ao longo de anos de estudos sobre temas relacionados ao Gerenciamento de Projetos.

ROD STEWART, dos Serviços de Dados Móveis em Huntsville, Alabama, foi o grande responsável pela edição e atualização das regras preciosas que estudaremos abaixo:



O Gerente de Projetos



Regra #1: Um gerente de projetos deve visitar ao menos uma vez toda pessoa que está produzindo algo para o seu projeto; 

Deve conhecer todos os gerentes no seu projeto (tanto do governo como do contratado), e conhecer os membros do time de integração. As pessoas gostam de saber que o gerente de projetos está interessado no seu trabalho e a melhor demonstração desse interesse é visitá-los e ver em primeira mão o que estão fazendo.



Regra #2: Um gerente de projetos precisa saber o que motiva os contratados do projeto (seu sistema de premiação, seu sistema fiscal, suas políticas e a cultura da sua companhia).



Regra #3: Os princípios de administração continuam os mesmos, Acontece apenas que as ferramentas mudaram. 

Hoje em dia, Você tem que encontrar as pessoas certas para a realização dos trabalhos mas, frequentemente,  sair do caminho para que elas possam realizá-lo.



Regra #4: Seja com quem for que você fizer um acordo, seja justo. O Espaço não é um grande parque de diversões. Você pode ser surpreendido com a frequência com que você tem de trabalhar com as mesmas pessoas. Melhor que elas o respeitem do que carreguem ressentimentos.


Regra #5: Pessoas cruéis, desprezíveis, ou muito antipáticas, cavalheiros e damas podem ser gerentes de projeto. “Almas desgarradas”, procrastinadores e indecisos não podem.

Regra #6: Um gerente de projetos confortável é alguém esperando pela sua próxima missão ou alguém à beira do fracasso. 

Segurança e permanência frequente na Zona de conforto não é normal em gerenciamento de projetos.

Regra #7: Um problema que os novos gerentes descobrem é que todos querem resolver seus problemas. 

Velhos gerentes ouviram da alta administração: – “resolva seus próprios malditos problemas, é para fazer isso que nós te contratamos”.

Regra #8: Fazer rápido mas mal feito não proporcionará a você, mais tempo para cuidar da sua vida pessoal. 

Claro que É preciso ter tempo para “cheirar as rosas” mas para Para o seu trabalho, você precisa ter tempo para entender as consequências das suas ações.

Regra #9: O chefe pode não saber como fazer o trabalho, mas ele deve saber o que quer. Se ele não sabe, deve descobrir o que espera e quer. Um líder cego tende a andar em círculos.

Regra #10: Nem todos os gerentes bem sucedidos são competentes e nem todos os gerentes mal sucedidos são incompetentes. A sorte ainda representa uma parte do sucesso ou do fracasso, mas favorece o gerente competente que trabalha duro.

Participe desta Corrente, Siga-nos e divulguem para os seus Colegas através do Google + e também, convide-os para seguir a Página do SOS do Engenheiro Civil no Facebook através do Link https://www.facebook.com/sosdoengenheirocivil 
Saudações & Sucesso,


Blog patrocinado pela PLANORDICON Engenharia, Gerenciamento e Qualidade