domingo, 17 de agosto de 2014

Gerenciamento de Projeto: Os 4 estágios da Aprendizagem

"Dê a uma criança um Martelo e ela achará que tudo ao seu redor é Prego"



Os 4 Estágios da Aprendizagem:

  1. Competente Inconsciente: estágio elementar da aprendizagem, "é aquele que não sabe fazer e não tem a consciência de que não sabe fazer, ela nem sabe que não sabe";
  2. Incompetente Consciente: "Ela sabe que não sabe, é o momento que a pessoa tem consciência de que não sabe, é o momento em que a pessoa procura o apoio";
  3. Competente Consciente: "é aquele que sabe fazer e faz aquilo com consciência, aquela pessoa que faz com preocupação, procedimento e entendimento do que ele está fazendo";
  4. Competente Inconsciente: "é quando a pessoa tem uma competência que atinge tal característica e força que a pessoa não estará mais pensando o que tem de fazer pois ela o faz automaticamente e naturalmente, o conhecimento está no DNA da pessoa".

 
O autoconhecimento é a melhor forma de não emperrarmos em algum destes estágios do conhecimento, particularmente no 1º estágio, porque a pessoa não procura se informar, aprender, estudar e pesquisar, ficando assim, numa ignorância "cega" sobre determinados assuntos e disciplinas básicas do estudo escolar.

Portanto, torna-se fundamental termos a consciência do estágio em que nos encontramos e buscar, incansavelmente, o rompimento da barreira que é imposta por cada um desses estágios para que possamos passar para o próximo estágio e, sucessivamente para os próximos níveis, pois somente com esta determinação e perseverança é que atingiremos o último estágio: o Competente Inconsciente!

Com isso em mente, organizações, instituições e afins, encontraram uma forma de organizar um conjunto de ideias que pudessem ajudar e orientar profissionais que tinham a responsabilidade de coordenar, de forma estruturada, as ações / tarefas necessárias para a realização de um dado objetivo / produto final. A esse conjunto de ideias, resolveu-se chamar de BOAS PRÁTICAS DE GERENCIAMENTO DE PROJETO.

Esse conjunto de boas práticas, nasceu nos EUA, mais precisamente no Departamento de Defesa Americano e na NASA. Isso ocorreu em meados da década de 60.

Daí nasceram os conceitos iniciais e os primórdios das Áreas de Conhecimento, inicialmente com o foco no ESCOPO, no PRAZO e no CUSTO, que até hoje constituem os três pilares que sustentam os projetos.

Clique aqui para ver as 100 regras de Ouro elaboradas pela NASA que consideramos como regras fundamentais para quem almeja um, constante e consistente, crescimento na sua carreira em Gerenciamento de Projetos (PMP do PMI).


Saudações & Sucesso,


Blog patrocinado pela PLANORDICON 


Postar um comentário